Artigos

Uma receita importante para os clubes de futebol*

A venda de produtos licenciados de futebol, na Europa e EUA é, há muito tempo, uma das principais fontes de receita dos clubes. No Brasil, isto tem conquistado cada vez mais espaço,graças,principalmente aos dois grandes eventos esportivos que ocorrerão por aqui: a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016.
Camisetas oficiais, agasalhos, chuteiras, copos água e até lingerie entraram no catálogo oficial oferecido pelos clubes que tiram da comercialização desses produtosboa parte da sua renda.
No Vasco da Gama, em 2011, foram arrecadados R$ 6,5 milhões só em licenciamento. O São Paulo admite que faturao equivalente a 10% de toda a sua receita a partir da venda de produtos licenciados em suas lojas.
Santa Catarina segue a onda. Avaí, Criciúma, Figueirense e Joinville já possuem lojas próprias. Metropolitano e da Chapecoenseirão inaugurar as suas em breve.Nossos clubes têm feito parcerias com empresas para ampliar o leque de ofertas de produtos aos seus torcedores: Criciúma, Avaí e Figueirense licenciaram o carvão vegetal para o churrasco; Avaí, Figueirense e Criciúma lançaram a água mineral própria. Metropolitano, Chapecoense e Joinville estão comercializando leite.
Visando organizar essa área, a Associação de Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina criou o projeto Futmarcas, com objetivo de contribuir para o desenvolvimento e fortalecimento do setor de licenciamento dos clubes, controlar os produtos falsificados e valorar as marcas.
Um dos projetos do Futmarcas começa no próximo dia 30,em Criciúma: a segunda edição da Feira de Licenciamento de Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina. Todos os lojistas poderão conhecer e comprar o que os principais clubes de futebol do estado estão comercializando. Nos estandes da Feira,serãoapresentadas centenas de produtos licenciados.
A primeira edição foi realizada em Palhoça em outubro do ano passado e durou apenas um dia. Um dos destaques foi o lançamento doiogurtee leite em sachet da Cordilat, empresa de laticínios de Cordilheira Alta. Este ano, a Feira terá um dia a mais. Na primeira edição, era restrita aos clubes, fornecedores e licenciados. Em Criciúma, ela será também aberta ao público, no segundo dia, para que os torcedores possam fazer suas compras.
O convite está feito.


 


*João Nilson Zunino


Artigo enviada por: Paulo em 05/10/2012
O Prêmio Top da Bola foi entregue na noite desta quarta-feira aos melhores do Ca...
O evento oficial que marca o encerramento do Campeonato Catarinense de Futebol –...
Ainda falta um jogo para encerrar a participação dos catarinenses no Brasileirão...
Associação de Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina
Av. Gov. Ivo Silveira, 3.600 - sala 101 - Capoeiras
88085-002 - Florianópolis
Fone/Fax 48 - 3025.7858