Artigos

Nossa união no futebol chama a atenção

Meu telefone tocou esta semana e era de um jornalista do principal jornal do Paraná, o Gazeta do Povo, que está escrevendo uma reportagem sobre o futebol catarinense. O fato de termos cinco clubes nas duas principais divisões do futebol brasileiro (só São Paulo tem mais) chama a atenção de qualquer um que trabalhe com este setor no país, afinal somos um estado intermediário e não estávamos acostumados a manter o ritmo do pelotão da frente.


Aproveitei para inverter a ordem e perguntei ao repórter, que tem mais de 15 anos de atuação na área do jornalismo esportivo, qual o opinião dele sobre o nosso futebol.


- É o que mais cresceu nos últimos anos – me responde prontamente.


Na sua reportagem, percebo que ele não quer destacar nenhum jogador, embora a campanha da Chapecoense na Série B lhe chame a atenção. Mas o que ele quer mesmo mostrar aos seus leitores paranaenses é que o segredo do nosso sucesso tem três letras: união dos clubes.


Ele cita o caso do Paraná, que criou uma entidade nos moldes da nossa Associação dos Clubes de Futebol Profissional, mas que durou pouco mais de um ano e meio. Lá, ele diz, a união não vingou.


Nossa associação é referência no país já há algum tempo. Carregamos na veia barriga verde o sucesso do cooperativismo e da descentralização espacial do nosso PIB e da nossa principal riqueza: o ser humano. Talvez isso explique porque temos a única associação de clubes no país com 26 anos de história ininterrupta, 15 presidentes diferentes ao longo do tempo e o futebol que mais cresceu, conforme opinião do jornalista paranaense.


E queremos mais.


A partir deste dia 18 de outubro, com a inauguração da nova sede da entidade, começa também uma nova fase. Estamos reestruturando a Associação. Criamos o cargo de Diretor Executivo para pensar e planejar o fortalecimento dos nossos 25 clubes associados e contratamos engenheiro para avaliar nossas praças esportivas, com o objetivo de dar cada vez mais segurança aos nossos torcedores. Continuamos prestando assessoria jurídica aos nossos afiliados, bem como trabalhamos com o Projeto Futmarcas para desenvolver o setor de licenciamento dos clubes, visando aumentar a receita com a venda de seus produtos.


Estamos encorpando a Associação para realizar cada vez mais ações conjuntas com outras entidades. Já temos parceiros de longa data como a Federação Catarinense de Futebol, a imprensa esportiva através da Acesc, o Instituto Mapa (que realiza todo ano o Top da Bola), o Cecop, a FCDL.


Vamos continuar ampliando nossas ações, sempre buscando novos parceiros. Nosso objetivo continua sendo o mesmo do idealizador da Associação, 26 anos atrás, o campeoníssimo Waldomiro Schutzler: fortalecer o futebol catarinense. Com a fase iniciada hoje, com casa nova e restruturação administrativa, queremos continuar sendo pauta para jornalistas esportivos de outros estados da Federação.


 


*Wilfredo Brillinger, presidente da Associação de Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina


Artigo enviada por: Paulo em 23/10/2013
Foram definidos nesta sexta-feira os confrontos da primeira fase da Copa do Bras...
A Copa do Brasil 2018 será especial para o futebol catarinense. Após contar com ...
O Campeonato Catarinense de 2018 terá uma partida final para decidir quem será o...
Associação de Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina
Av. Gov. Ivo Silveira, 3.600 - sala 101 - Capoeiras
88085-002 - Florianópolis
Fone/Fax 48 - 3025.7858