Notícias

Chapecoense joga bem, mas fica no empate contra o Nacional (URU)

A Chapecoense voltou a campo pela Libertadores na noite desta terça-feira (18), na Arena Condá, 33 dias após o jogo contra o Lanús. O Jogo foi movimentado, mas não teve vencedor. Chapecoense e Nacional ficaram no empate em 1 a 1. Após bom início de jogo e sair na frente, a Chape viu o adversário, tricampeão da América, empatar a partida. Com o empate, as duas equipes fazem campanhas muito semelhantes e chegam a quatro pontos. O Lanús assumiu a ponta do grupo com seis pontos após golear o Zulia por 5 a 0.
O jogo começou com as equipes indo ao ataque, aos cinco minutos já havia acontecido um lance de gol para cada equipe. Aos nove minutos, de pênalti, Reinaldo abriu o placar para a Chape. Mesmo com o gol, o Verdão não deixou de atacar. Aos 22 minutos de jogo, Wellington Paulista chegou a marcar o segundo, mas o árbitro anulou o gol marcando falta no zagueiro adversário. A primeira etapa se encaminhava para seu término quando, aos 40 minutos, o Nacional fez jogada de linha de fundo e Hugo Silveira empatou a partida.
No segundo tempo, a Chapecoense voltou a ter o controle das ações ofensivas. Um dos pontos fortes da equipe foi as descidas do lateral Reinaldo, que segundo o Vagner Mancini, fez uma de suas melhores partidas. Mas foi pelo lado direito que a Chape teve a primeira grande chance. Girotto colocou na cabeça do Wellington Paulista que cabeceou firme, mas a bola saiu à esquerda do gol, com muito perigo.
A equipe do Uruguai usou de toda a experiência em competições como a Libertadores para esfriar o jogo. Mesmo assim, a Chape teve duas grandes oportunidades, num mesmo lance, para sair com os três pontos. Girotto cruzou rasteiro da direita para Túlio de Mello, que substituiu Wellington Paulista, chutar firme e exigir defesa espetacular do goleiro Conde. A bola ainda sobrou para o atacante, ele finalizou já sem goleiro, mas a bola tocou a trave e correu em cima da linha por toda a extensão do gol até Gonzalo afastar o perigo. Apesar da intensidade da Chape, o placar se manteve até o fim.
Após o fim da partida, Mancini enfatizou que a Chapecoense dominou a maior parte do jogo, e que por detalhes a vitória não veio. O comandante acredita que uma das vagas do grupo fica entre Chapecoense e Nacional. Ele acredita que no jogo no Uruguai os adversários deverão sair mais para o ataque, o que propicia um confronto diferente. O próximo confronto entre as duas equipes está marcado para o dia 27, no histórico Estádio Parque Central.


Texto: Rafael Bressan | Foto: Sirli Freitas


Notícia enviada por: Paulo em 19/04/2017
A Associação de Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina lamenta profund...
Dois terços do Campeonato Catarinense da Série B 2017 foram concluídos na rodada...
O returno do Campeonato Catarinense da Série B 2017 teve nesta quarta-feira a re...
Associação de Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina
Av. Gov. Ivo Silveira, 3.600 - sala 101 - Capoeiras
88085-002 - Florianópolis
Fone/Fax 48 - 3025.7858