Notícias

Com atuação heroica, Chape vence o Lanús e segue viva na Libertadores

A Chapecoense entrou em campo no La Fortaleza, na noite desta quarta-feira, para um dos jogos mais importantes da temporada. Diante do Lanús, a equipe alviverde jogou com o objetivo único da vitória, de modo a poder decidir em casa, contra o Zulia, a classificação para as oitavas de final da Conmebol Bridgestone Libertadores 2017. Ciente de que uma derrota seria fatal e um empate dificultaria o avanço à próxima fase, o Verdão se impôs diante do campeão argentino e garantiu uma vitória heroica, colocando em prática a principal característica: a raça.
Desde o início da partida, o que se viu foi uma Chape nem um pouco acuada diante do adversário - de tradição na competição - utilizando da mesma estratégia que fez a equipe segurar o Corinthians, no último sábado, em plena Arena Itaquera: marcar de forma segura e aproveitar os contra-ataques. Além do controle das ações no meio campo e das investidas ao ataque, a Chape contou com o goleiro Jandrei em noite inspirada. O resultado do desempenho superior veio aos 23, quando Arthur Caike cruzou com precisão para o artilheiro Wellington Paulista marcar de cabeça e abrir o placar.
Com a vitória parcial, a Chape voltou para o segundo tempo com a marcação recuada e bem postada, anulando os espaços da equipe argentina. Com o Lanús tendo que apelar às bolas aéreas, o jogo perdeu em intensidade. Foi após de cobrança de escanteio, inclusive, que o árbitro apontou pênalti para o Lanús, após toque de mão de Wellington Paulista. José Sand foi para a cobrança e igualou o placar, voltando a movimentar a partida. O Verdão não se intimidou e, aos 43, Reinaldo cobrou o típico lateral com cara de escanteio, na medida para Luiz Otávio cabecear para o fundo das redes e colocar a Chape, novamente, em vantagem, que se confirmou ao final da partida.
ESCALAÇÃO QUESTIONADA
Pouco antes de a bola rolar, a Chapecoense teria sido informada pela Conmebol de que não poderia escalar o zagueiro Luiz Otávio, que teria sido suspenso por três jogos após a expulsão contra o Nacional, pela quarta rodada da Libertadores. Mesmo assim, o clube mandou o atleta a campo. Luiz Otavio já havia cumprido um jogo de gancho, diante do Atlético Nacional, em Medellín, pela Recopa. O clube disse não ter sido informado, assim como a CBF.
Fonte: Chapecoense + ClicRBS | Foto: Dpto Prensa y Difusión Club Lanus


Notícia enviada por: Paulo em 18/05/2017
Sete dos oito clubes catarinenses que participam do Campeonato Brasileiro entrar...
A Federação Catarinense de Futebol apresentou o Ouvidor do Departamento de Arbit...
Criciúma, pela Série B, e Metropolitano, pela D, foram os dois catarinenses que ...
Associação de Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina
Av. Gov. Ivo Silveira, 3.600 - sala 101 - Capoeiras
88085-002 - Florianópolis
Fone/Fax 48 - 3025.7858