WhatsApp
Artigos

Quais são seus desafios?

As 3 Leis de Émile Couê e suas importâncias nas técnicas de Visualização e de Mentalização em qualquer momento de sua vida.


 Clicando no link na frase acima, você poderá ver um curso  de Sairo Silva, especialista em Psicologia do Esporte, sobre o uso destas leis no esporte, sendo que a frase abaixo, é a fonte de cumprimento destas 3 leis e pode ser uma boa ferramenta para aplicar em qualquer fase de preparação de atletas bem como, em qualquer momento de nossas vidas. Já no artigo abaixo, Willian Brose, Professor de Liderança e Desenvolvimento, detalha e complementa melhor sobre o tema.


 


“Todos os dias, sob todos os aspectos, eu vou cada vez melhor.” (Emile Coué)

 


O psicólogo Emile Coué é considerado o pai da auto-hipnose e foi um estudioso da autossugestão. Ele utilizava a autossugestão como um importante instrumento de cura de seus pacientes.


Ele desenvolveu uma teoria que visa compreender a maneira pela qual as sugestões repercutiam nos indivíduos.


Entre o século XIX e o século XX, Coué dizia que o resultado desejado deveria ser sugerido para que o nosso inconsciente buscasse por si só alcançar aquele patamar.


A repetição de palavras ou imagens por várias vezes surtiria no subconsciente o efeito de absorvê-las, contribuindo para o desenvolvimento de uma consciência de autossugestão.


3 leis da autossugestão nasceram fruto do trabalho de pesquisa de Emile Coué:



  • Lei da Ação Concentrada;

  • Lei do Esforço Reverso e

  • Lei do Efeito Dominante.


 


Vejamos cada uma delas.


 

Lei da Ação Concentrada


Qualquer ideia que temos em nossa mente já está se tornando uma realidade no meio de inúmeras possibilidades.


Exemplo: A ideia da cura pode produzir cura. Se você acreditar que é capaz, será capaz.


Considerar uma coisa fácil de alcançar, de forma eficaz, facilita a realização.


A sugestão tem um poder que vai além da mera associação de ideias. Pensar, mentalizar, sugerir algo, é o início do processo de realização daquele pensamento.


Isso por si só não transforma o pensamento em realidade material, mas a autossugestão já começa por delinear um contexto para que aquilo se materialize. Ideias e planos começarão a vir na sua mente.


Quando dizemos algo para nós mesmos, estamos começando a trabalhar para que, o que quer que seja, tome forma.


Ao reforçar determinada ideia, você acrescenta uma força a mais para que determinado pensamento se concretize.


Coué afirmava, com segurança e convicção que quando uma ideia é trabalhada em nossa mente como algo realizável, ou seja, algo que acreditamos atingir, já estamos trabalhando a realidade para que a ideia se materialize de fato em nossa vida real.


 

Lei do Esforço Reverso


Por essa lei, Coué enfatizou que quando tentamos alcançar as coisas unicamente de maneira consciente, tendemos a sofrer as consequências de um efeito reverso.


Insistir ferozmente em uma ideia, segundo essa visão, pode ser um atalho para que justamente reforcemos seu inverso do qual queremos nos livrar.


Exemplo: Se dito a um paciente para que ele “não pense no seu membro dolorido”, a partir da lei do esforço reverso, é que o paciente vai aí sim pensar e se concentrar no ponto causador da dor. A mente subconsciente simplesmente irá ignorar a palavra NÃO na frase e é como se fosse dito “pense no seu membro dolorido”.


O que Coué nos diz nesse ponto é que em nosso processo mental, quanto maior o esforço que empreendemos em uma direção, maiores são as chances de insucesso que acumulamos no caminho desse esforço.


Quanto maior o esforço de nos lembrarmos de algo esquecido, mais para longe irá àquela lembrança.


Exemplo: Se falarmos “Estou prestes a lembrar da minha senha, é questão de segundos.”, aumentamos significativamente nossas chances de que isso ocorra. Ao contrário do que aconteceria se disséssemos: “Esqueci a minha senha, não sei e não consigo lembrar.” ou qualquer outra afirmação negativa.


Emile Coué defendia e reforçava o poder da imaginação. A força de vontade para ele representava uma grandeza menor diante do poder que o ato de imaginar adquire sobre os indivíduos.


Isso não significa que a vontade não é importante, mas que tudo na verdade parte primeiro da nossa imaginação através das ideias.


São as ideias que instigam as nossas vontades.


Rebater os pensamentos negativos com uma sugestão que inspirasse boas coisas era uma premissa central de tudo que foi pregado por Coué.


Substituir palavras negativas por sugestões positivas é a maneira mais sábia, segundo Coué, de instigar o Universo a conspirar a nosso favor.


 

Lei do Efeito Dominante


A terceira lei da sugestão nos traz a lição de que uma forte sugestão EMOCIONAL sempre prevalece sobre uma sugestão mais fraca.


Quanto mais intensa e relevante é uma ideia, maior sua propensão de firmar seu espaço, delimitar sua atuação e ser seguida por um ou mais indivíduos. Bater de frente com as emoções é quase sempre uma luta inglória.


Lembre-se de se lembrar de nunca se esquecer de que as pessoas se esquecerão do que você disse, muito provavelmente se esquecerão do que você fez, mas nunca se esquecerão de como você as fez sentir.


Nossas emoções dominam uma porção da nossa vida tanto quanto o nosso lado racional.


Dar às emoções uma função e uma utilidade que nos sejam favoráveis é algo fundamental quando falamos em autossugestão.


Toda ideia sugerida que envolver um forte ponto emocional, será dominante sobre as demais que não possuírem tal emoção atrelada.


 

7 Recomendações sobre este conteúdo que todo Líder precisa saber:



  1. Para que a autossugestão aconteça, precisamos concentrar as ideias na nossa mente frente ao que desejamos. Isso se faz falando com nós mesmos em voz alta ou na nossa mente.

  2. Para que a autossugestão aconteça, acreditar nas ideias que colocamos em nossa mente.

  3. Colocar o esforço errado ou demasiado em uma ideia pode gerar o efeito inverso que esperamos.

  4. A imaginação é o propulsor da vontade e dos desejos. A imaginação e as imagens da nossa mente são a origem de tudo.

  5. Precisamos trocar ideias negativas por ideias positivas em nosso dia a dia.

  6. Precisamos nos envolver emocionalmente com as ideias que nos autossugerimos.

  7. Uma ideia com apelo emocional irá se sobrepor sobre ideias que não possuem a emoção envolvida.



 




Texto de Whillian Brose


Diretor Executivo de Serviços na Senior Sistemas
Professor de Liderança e Desenvolvimento Humano


Instagram: @whillianbrose


 




Artigo enviada por: Otilia em 24/06/2024
em jogo atrasado
contra o Mirassol
Na Ressacada
Associação de Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina
Av. Gov. Ivo Silveira, 3.568 - sala 101 - Capoeiras
88085-002 - Florianópolis
Fone/Fax 48 3025-7858 | WhatsApp 48 99906-5917